terça-feira, 21 de novembro de 2017

MINERAL

SHUNGITA
Shungita é um mineral de origem orgânica com mais de 2 bilhões de anos e é encontrada em um único lugar do mundo: na Carélia, uma localidade chamada Shun’ga, Rússia, daí seu nome. Shungita é uma forma particular de carbono, sendo uma rocha sedimentar. Mas, ao contrário do carvão mineral que vem da mineralização das plantas, a shungita é originária de depósitos planctônicos extremamente antigos que remontam ao pré-cambriano (há mais de 2 bilhões de anos). O shungita é uma forma de carbono, quase como o carvão mineral, o grafite e, talvez, supreendemente o diamante. Claro, a diferença está na disposição dos átomos de carbono. Um arranjado atômico como uma bola de futebol. Ao contrário do diamante, o shungita vem na forma de carbono não cristalino. Ele assemelha a materiais de nanoestrutura. A shungita contém 98% de carbono. A shungita é condutora de corrente elétrica. Cor: preto brilhante metálico, preto, cinza, prata e preto fosco. Dureza: 3,5 a 4. Densidade: 1,8 a 2,4. Resistência: dura e leve. Fratura: concoidal a irregular. Sistema cristalino: amorfo. Composição: óxido de silício, titânio, alumínio, ferro, magnésio, potássio e enxofre. Raridade: incomum. Classe mineral: mineralóide. Origem: Rússia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário